Voltar

Intervenção Bidirecional

Atuamos sempre numa política de proximidade com os nossos beneficiários (humanos), ajustando o mais possível os objetivos da nossa intervenção às reais necessidades dos mesmos. Assim, alguns dos nossos projetos têm um caráter unidirecional, ou seja, pretendem beneficiar o público-alvo diretamente envolvido – neste caso, a intervenção é acompanhada por cães cuja preparação é muito robusta, e o seu treino contínuo ao longo da sua vida ativa. 

Alinhando com a evidência científica já aferida internacionalmente e os resultados do impacto gerado em alguns programas, estamos ainda a implementar iniciativas cujo design assenta numa intervenção bidirecional, ou seja, que se propõem a melhorar a qualidade de vida tanto dos beneficiários diretos envolvidos (humanos), como dos animais selecionados para o efeito, com vista à capacitação dos indivíduos envolvidos. Comumente, inclui animais provenientes de contextos “sem família” (acolhidos, abandonados, …) que beneficiarão tanto eles como os humanos alvo da intervenção do aumento de competências, aos níveis: emocionais, comportamentais, relacionais e/ou sociais. O foco do trabalho é potenciar a sua posterior (re)integração social, tornando-os mais ajustados à vida em comunidade.

partilhar